EXPERIÊNCIA PILAR 7 - PONTE 25 DE ABRIL

A Ponte como nunca a viu, já a partir de 27 de setembro!


“Experiência Pilar 7 - Ponte 25 de Abril” foi hoje, dia 22 de setembro de 2017, apresentado aos jornalistas pela Associação de Turismo de Lisboa, numa visita guiada em que foi anunciada a data de abertura ao público, já no próximo 27 de setembro.

Os visitantes vão poder  usufruir de uma varanda muito especial na cidade de Lisboa, subindo 72 metros na vertical até à cota do tabuleiro rodoviário da Ponte 25 de Abril, através de um elevador panorâmico (correspondente a 26 andares, 386 degraus). Antes da subida, no Centro Interpretativo, têm disponíveis experiências virtuais e sensoriais que só se desvendam a quem as vive, mas onde tem lugar próprio a homenagem aos operários que nos anos 1960 fizeram, com as suas mãos, esta magnífica obra de arte - A Ponte 25 de Abril.

A ideia de experimentação da Ponte 25 de Abril nasceu em 2013, no decurso da empreitada de conservação e reparação da Ponte, da responsabilidade da EP - Estradas de Portugal, SA, quando os trabalhos chegaram ao Pilar 7.

 

A ideia, o Pilar 7

O Pilar 7 é um dos principais pilares da Ponte, porque na sua base recebe a amarração dos cabos da estrutura suspensa da margem norte do rio Tejo, e o único pilar que constitui ponto de encontro da ponte metálica e do viaduto em betão armado. Distingue-se também, em termos espaciais e funcionais, por ser constituído por três maciços de amarração, que permitem, pela sua volumetria, forma e disposição no espaço, percursos exteriores dinâmicos, com perspetivas visuais singulares. No interior, espaços ocos e livres, imponentes salas onde impera a força das estruturas e a rudeza dos materiais.

No âmbito das referidas obras de conservação e reparação da Ponte, foi instalado um monta-cargas junto ao maciço central para auxiliar nos trabalhos, que acabou por (e)levar o ponto de vista sobre o rio, as cidades e a Ponte a um nível altaneiro.

E havia o ruído da Ponte como som de fundo - uma espécie de música ambiente que não parava de tocar.

Dotado de elevado simbolismo e plasticidade, o Pilar 7 foi visto (e não apenas olhado) e a sua beleza agreste ganhou estatuto para proporcionar a “Experiência Pilar 7”.

Tudo se conjugava.

Complementarmente, também a sua inserção geográfica na cidade turística de Lisboa é bastante favorável, quer pela proximidade imediata à zona de restauração das Docas de Lisboa quer pela sua implantação junto à zona ribeirinha da cidade, e numa localização privilegiada face ao circuito turístico Belém - Cais do Sodré - Baixa Lisboeta.

E fundamental… para além das condições objetivas, havia um móbil: o aniversário dos 50 anos da Ponte em 2016.

 

Do Projeto no Papel…

O projeto foi consolidado e trabalhado internamente por uma equipa pluridisciplinar, tendo sido batizado como P50.BRIDGE EXPERIENCE.50 ANOS DA PONTE 25 DE ABRIL.LISBOA.

António Borges, que assina o projeto de arquitetura e José Costa Nunes, que responde pela coordenação geral, mantiveram-se no projeto, juntos, desde a conceção à construção.

Fez-se o Projeto de Execução de Arquitetura e os Projetos de Especialidades (adjudicados à A2P Estudos e Projetos) bem como a modelação 3D do projeto (empresa LT Studios), e deu-se início ao projeto de museografia (empresa P06 – Atelier, Ambientes e Comunicação).

Obteve-se o aval do Conselho de Segurança da Ponte, da Lusoponte e as necessárias autorizações da Direção Geral do Património Cultural (a Ponte 25 de Abril encontra-se em vias de classificação como monumento nacional desde 2015), da Câmara Municipal de Lisboa e do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, sendo que o interesse do projeto foi também reconhecido pelo Turismo de Portugal, IP e pela Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa (ERT-RL).

 

...À Experiência Pilar 7

O ano da concretização é 2016: finaliza-se o Projeto Geral e é estabelecido o protocolo de parceria com a ERT-RL, responsável pela construção, gestão, exploração e manutenção do equipamento por 15 anos, mediante o pagamento de uma renda anual à IP. Esta entidade lançou  o concurso da empreitada, a qual foi adjudicada à Ferrovial – Agroman.

Em 9 meses a obra, que oferece conhecimento científico e técnico aos seus visitantes, ficou pronta para ser partilhada com o Mundo!

A “Experiência Pilar 7” não é apenas mais um elemento de valorização da cidade. Acrescenta-lhe, 50 anos depois da inauguração da Ponte 25 de Abril, uma matéria única, ao mesmo tempo poética, sociológica e técnica.

Calculador de portagens

Em atualização. Pedimos desculpa pelo incomodo e prometemos ser breves